Dep Hugo Motta

Nota de agradecimento ao relator da PEC do “Orçamento de Guerra”

Ao passo em que repudia a proposta do partido Novo de assalto aos salários dos servidores públicos, com o confisco de até 50% da remuneração desses trabalhadores, o Sindilegis enaltece a postura do deputado Hugo Motta (REP/PB), que em sintonia com economistas, entre eles o próprio ministro Paulo Guedes, rejeitou em seu parecer as emendas de número 4 e 5 à PEC 10/2020, que institui o chamado “Orçamento de Guerra” para enfrentamento da pandemia do coronavírus.

Reforçamos, mais uma vez, que cortes de salários neste momento apenas aprofundarão a crise que o nosso país enfrenta, conforme atestado em diversos estudos. Assistimos, no mundo inteiro, esforços no sentido contrário: governos empenhados em proteger o emprego e a renda de seus cidadãos a qualquer custo. Resta claro que não adianta criar alternativas de socorro ao setor produtivo se não houver quem possa consumir: é suicídio econômico.

Agradecemos ainda a todos os deputadas e deputadas que se manifestaram em favor dos trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada na sessão da Câmara realizada nesta sexta-feira (03/04). Contamos com o respeito e bom senso dos demais parlamentares. Que demonstrem uma postura ética e responsável com as vidas de todos os trabalhadores brasileiros, no momento em que mais precisam de um Estado capaz de protegê-los.

One Response

Deixe seu comentário