A obra que prezou pela economia e efici√™ncia foi toda constru√≠da nos padr√Ķes sustent√°veis

Com a presen√ßa de in√ļmeras autoridades e servidores, o Tribunal de Contas da Uni√£o realizou, nesta quarta-feira (26), solenidade de reinaugura√ß√£o das instala√ß√Ķes do edif√≠cio-sede da Casa, que passou por uma completa reforma, desde 2012. Durante o evento, o presidente do TCU, Ministro Augusto Nardes, assegurou que a obra foi toda constru√≠da nos padr√Ķes sustent√°veis, adequando-se √†s determina√ß√Ķes do Protocolo de Montreal, prezando pela economia e efici√™ncia.

"Temos que ser espartanos, para dar exemplo de que é possível fazer uma obra importante e que temos a capacidade de economizar, mantendo a eficiência e eficácia, que são alguns mandamentos que a Constituição estabelece", assegurou Nardes.

Entre os diferenciais da obra est√° a utiliza√ß√£o de 45% de materiais reciclados, entre eles garrafas PET. Al√©m disso, a energia do edif√≠cio √© 100% proveniente de fontes renov√°veis e as instala√ß√Ķes hidr√°ulicas proporcionam 70% de economia de √°gua.

A reforma do prédio também teve o mais baixo custo de toda Esplanada dos Ministérios, com o valor de R$ 1.184 o metro quadrado. Segundo presidente do TCU, todos esses benefícios foram possíveis graças ao trabalho dos servidores da equipe de engenharia e arquitetura da Casa, que projetaram a reforma.

Durante a solenidade de reinauguração, os presentes também prestigiaram o coral formado por servidores do Tribunal de Contas da União, que animou o evento.

Posses

A cerim√īnia de reinaugura√ß√£o tamb√©m foi palco para as posses das novas diretorias da Associa√ß√£o dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e do Instituto Rui Barbosa (IRB). O conselheiro Valdecir Pascoal foi empossado como presidente da Atricon. J√° √† frente do IRB ficar√° o conselheiro Sebasti√£o Helv√©cio Ramos de Castro (TCE-MG).

 



Ver todas as notícias