Autocuidado

#Fica a dica: veja como cuidar dos cabelos e da pele em casa durante a quarentena  

Rotina de cuidados de beleza é simplificada com procedimentos caseiros, mas é preciso atenção!

 

Com o fechamento do comércio, os serviços prestados por estabelecimentos no ramo de beleza, como salões, barbearias e centros de estética, foram interrompidos há dois meses para evitar o contágio pelo coronavírus. Mas a rotina de cuidados com os cabelos e a pele não precisa parar durante a pandemia. Pensando nisso, no #Ficaadica, #Ficaemcasa de hoje, o Sindilegis preparou sugestões de como cuidar da beleza sem sair de casa enquanto durar o isolamento social.

 

Procedimentos como cortar os cabelos e tingi-los são alguns exemplos do que gera dúvida em muita gente. “O cabelo cresce cerca de um centímetro por mês. Então é bom pensar bem antes de arriscar no corte”, alerta a dermatologista Ana Carolina Igreja.

 

A indicação do dermatologista Kleyton Mesquita para quem está incomodado com os fios brancos é evitar combinar químicas como alisamentos e tinturas. “Siga as orientações do fabricante e não deixe a tintura por mais tempo do que o recomendado. Se você já tem antecedentes de hipersensibilidade, prefira uma tintura temporária para cobrir os fios brancos e procure um profissional quando a rotina se normalizar”, afirmou. Segundo ele, mesmo as tintas sem amônia podem causar alergia.

 

Salões de beleza e barberias no DF seguem fechados mesmo após o decreto federal que considerou os serviços essenciais nessa segunda-feira (11/05).

 

A jornalista Malu Silva, de 59 anos, compartilhou em seu canal no YouTube dicas de como fazer um shampoo matizador em casa. O produto serve para neutralizar o tom amarelado que aparece em cabelos loiros ou grisalhos. A receita é simples: basta adicionar algumas gotas de violeta genciana – que pode ser encontrada em qualquer farmácia – e diluir em um shampoo neutro. Para 600 ml de shampoo, Malu utiliza 12 gotas de violeta.

 

“Já faz dois anos que eu uso esse matizador caseiro para deixar o cabelo com o tom acinzentado. Resolvi gravar o vídeo e compartilhar porque funciona mesmo, mas é preciso ter cuidado com a quantidade de violeta para o cabelo não ficar roxo”, afirmou.

 

Além da praticidade de cuidar das madeixas em casa, Malu destaca outro benefício: a economia. “Um kit de matizadores custa em torno de R$ 70, enquanto a violeta custa menos de R$ 10. É uma grande economia”, disse, ao destacar que a mistura também pode ser feita com condicionador e cremes de hidratação.

 

Skincare – Com mais tempo livre na quarentena, a rotina de cuidados com a pele pode ganhar atenção especial. O dermatologista Kleyton Mesquita recomenda cinco produtos básicos para o rosto.

 

“Para uma rotina mínima otimizada indico um higienizador (que pode ser um sabonete líquido, sabonete em barra ou espuma de limpeza), um hidratante facial, um filtro solar facial (que deve ser mantido mesmo na ausência de exposição solar direta) e um antioxidante (a vitamina C, a mais famosa deles, é benéfica para quase todas as idades). E para quem usa muita maquiagem acrescento um demaquilante ou uma solução micelar”, enumerou.

 

Outra opção de autocuidado é uma esfoliação facial que pode ser feita utilizando café e mel. “Esfoliar a pele uma vez por semana ou a cada 15 dias é útil. Uma boa opção para esfoliar e hidratar é misturar duas colheres de sopa de mel e uma colher de pó de café”, explicou Ana Carolina.

 

Mãos e unhas – A dermatologista ressalta que a lavagem frequente das mãos e o uso constante do álcool em gel causa ressecamento. As unhas também são afetadas. Por isso, ela destaca a importância de caprichar na hidratação. “Uma opção para amenizar é aplicar hidratantes após cada lavagem e aplicação do álcool gel. Outra medida útil é preferir álcool em gel medicinal ao de limpeza e ao líquido”, declarou.

Deixe seu comentário