Canal do Seu Neto

#FicaADica, #FicaEmCasa Canal no YouTube ensina avós e avôs a utilizarem a internet

Renie Gomes criou o “Canal do Seu Neto”, onde posta tutoriais que traduzem a linguagem digital para pessoas com mais de 60 anos. Objetivo é capacitar a população idosa para utilizar ferramentas, softwares e aplicativos

 

Não é segredo que a pandemia de Covid-19 impôs desafios à população, que teve de se adaptar a novos hábitos, como o distanciamento social recomendado para evitar a proliferação do vírus que causa a doença. Além disso, com a oferta de educação, compras e entretenimento restrita ao que foi viabilizado em meios virtuais, muitas pessoas, especialmente as com mais idade, precisaram ser iniciados na linguagem digital.

Como representante de milhares de servidores aposentados do Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União, bem como de pensionistas que também fazem parte do grupo 60+, o Sindilegis preparou este #FicaADica, #FicaEmCasa, com uma sugestão especialmente voltada para essas pessoas que querem se familiarizar com a tecnologia.

Criador do Canal do Seu Neto no YouTube, o carioca Renie Gomes busca traduzir termos que soam muito técnicos para um vocabulário mais próximo do que é usado pelos idosos, a fim de ensiná-los a navegar pela internet e utilizar softwares e aplicativos em celulares. Em sua página, o youtuber produz diversos tutoriais para que os idosos possam ser inseridos digitalmente. “Tento ser o mais simples, didático e objetivo possível. Sem complicar ou usar linguagem técnica, porque, caso isso aconteça, o vídeo não vai ajudar a pessoa que está assistindo. O objetivo é sempre facilitar o aprendizado”, explica.

O canal estreou há pouco tempo, em maio de 2020, mas já conta com cinco vídeos publicados. Neles, Renie ensina seu público a utilizar o YouTube, tira dúvidas sobre e-mails, ensina funcionalidades do WhatsApp, explica como fazer videoconferências com o Zoom e ainda traduz termos técnicos em um dicionário que desvenda a linguagem digital. O nome faz referência ao fato de que muitos avôs e avós contam com auxílio dos netos nos primeiros contatos com a tecnologia. Renie se propõe a fazer esse papel para aqueles que não tiveram descendentes ou cujo contato familiar foi restrito em razão da pandemia.

Tamanho cuidado pode ser percebido no discurso simples escolhido pelo youtuber para fazer os vídeos, o que não é desproposital. “Eu penso antes em como explicaria para os meus avós (Risos). E tento transmitir isso no meu roteiro ou no texto. Geralmente, faço vários vídeos com falas diferentes para ver qual fica mais simples para ajudar o público do canal”, conta. Formado em TI, Renie explica que o conteúdo de seus vídeos é inspirado por atividades cotidianas: “Principalmente as atividades tecnológicas em que eles acabaram sendo pegos de surpresa com essa quarentena: fazer videochamada, se posicionar bem na câmera, criar um e-mail, usar bem o whatsapp. Nossos queridos idosos não tiveram tempo para treinar essas coisas. Por isso, penso em coisas que mais usam para montar o conteúdo”.

O olhar sensível de Renie Gomes para com o público da terceira idade se dá pelo fato de que o criador de conteúdo convive com muitos idosos, além de manter contato constante com seus avós que vivem em outra cidade. Ele explica que entre suas motivações para a produção de seus tutoriais é o de educar: “quero continuar ajudando os outros porque sei que é muito difícil ter que aprender a ‘se virar’ sozinho. E não quero que passem essas situações sem orientação e acabar caindo em golpes ou algo do tipo”. Dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) mostram que 1.098 pessoas acima de 60 anos foram vítimas de golpes em 2019. Uma média de cinco crimes por dia.

Pesquisas recentes mostram o aumento da presença de pessoas com mais de 60 anos na internet.  Dados da pesquisa Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), do IBGE, 58% da população nessa faixa etária tem acesso à rede nos smartphones. No entanto, somente 8% usam o computador.  Do total da população 60+, apenas 34% utilizam a internet em comparação com os 88,4% de jovens entre 20 e 24 anos.

Em sintonia com a expansão da inclusão digital no mundo e no Brasil, Renie convida os filiados ao Sindilegis a conhecerem seu conteúdo: “Aos queridos aposentados do Sindilegis, já deixo aqui o meu agradecimento e me coloco a disposição para ajudá-los. Espero que os vídeos do Seu Neto ajudem vocês a se manterem mais próximos de suas famílias e de seus amigos. Que possam ajudá-los a aproveitar bem a tecnologia e seus aparelhos, com segurança e tranquilidade. Não esqueçam de assistir o primeiro vídeo para já se inscreverem no canal hein?! . Agradeço por me permitirem compartilhar o pouco que sei com vocês, nem se compara com tudo o que vocês já fizeram por nós e por nosso país.”

 

2 Responses

Deixe seu comentário