????????????????????????????????????

Gráfica do Senado celebra 56 anos com ação de graças

Servidores e convidados ser reuniram para missa e culto evangélico e comemoraram mais um ano de vida da SEGRAF

As máquinas incessantes foram desligadas e deram lugar aos cantos de louvor. Durante todo o dia, servidores da Secretaria de Editoração e Publicações do Senado (SEGRAF) se reuniram para celebrar o 56° aniversário da gráfica. Em meio às máquinas que garantem a impressão de diversas publicações, quem esteve presente acompanhou um dia de ação de graças, com missa e culto evangélico, além de participar do coquetel de confraternização patrocinado pelo Sindilegis.

No início dos anos 1960, o Senado Federal abriu as portas para os robustos equipamentos que iriam evitar atrasos nas publicações oficiais da Casa. Surgia, então, a SEGRAF, que de seu parque gráfico passou a produzir impressões oficiais e técnicas da atividade legislativa, além de obras do Conselho Editorial, que interessam a pesquisadores e historiadores.

Após a missa e o culto de ação de graças, os presentes ainda não se despediram. Era o momento de se unirem para o coquetel de confraternização, patrocinado pelo Sindicato. Acompanhando a celebração no local onde iniciou a sua carreira, o presidente do Sindilegis, Petrus Elesbão, relembrou os tempos que atuou na Secretaria. Em um momento de reencontro de colegas e amigos, Elesbão ressaltou a importância do setor para o funcionamento dos trabalhos na Casa.

“Tenho verdadeiras raízes cravadas neste setor. Foi aqui que aprendi as lições mais importantes sobre liderança, amizade, coleguismo e profissionalismo. Rever os meus colegas de trabalho e me reaproximar deles nesta data tão especial é muito importante e faz com que eu me sinta mais vivo. A Gráfica é um dos setores vitais para o funcionamento dos trabalhos no Senado”, enalteceu o presidente.

Com os olhos marejados e assumindo a emoção, o diretor da Secretaria de Editoração e Publicação, Fabrício Ferrão, mostrou-se orgulhoso com o trabalho realizado pela gráfica do Senado. Para ele, a receita do sucesso é o amor. “A nossa rotina é exaustiva, mas 330 pessoas trabalham diariamente com união, dedicação e, principalmente, com amor pelo o que fazem. Por isso, a gráfica do Senado entrega sempre o melhor. As pessoas aqui entendem o seu valor”, garantiu.

Ao longo de 25 anos, as máquinas da SEGRAF foram a melhor companhia de Heriberto Félix. Hoje, aposentado, ele não deixa de relembrar os tempos em que se dedicou ao local e de visitar os colegas. “Sempre participo da celebração do aniversário da gráfica. Esse é um momento muito especial, porque revemos os amigos e relembramos os momentos em que passamos aqui”, disse.

Durante 43 anos, Flórian Madruga se dedicou ao Senado Federal e boa parte desse tempo foi vivido nos corredores da gráfica. Com a propriedade de quem conhece cada canto do lugar, ele contou sobre o trabalho: “Eu aprendi, rapidamente, que na gráfica as pessoas trabalham por amor. Sempre foram servidores muito dedicados e conscientes da importância do trabalho da SEGRAF para o Senado Federal. A realização desse momento de ação de graças é uma tradição que já acontece há quase 30 anos. O grupo se reúne e agradece a Deus por mais um ano de trabalho. É um momento em que paramos as máquinas e fazemos esse congraçamento entre todos os funcionários”.

One Response

Deixe seu comentário