Recentemente, Instituto firmou acordo de cooperação com o TSE. Anatel, ONU e Sindilegis já compõem rol de entidades parceiras do orgão

Em funcionamento desde 1997, o Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) do Senado Federal se consolidou muito mais que apenas uma Escola de Governo. Atualmente, sua missão é pautada pelo desenvolvimento institucional, com o objetivo de produzir, integrar e disseminar conhecimento em benefício da sociedade.

O diretor-executivo do ILB, Helder Rebouças, enaltece o trabalho do órgão em seus 21 anos de existência: “O ILB atende com excelência ao seu dispositivo constitucional de capacitar o quadro de servidores do Senado, mas buscamos ir além. Hoje nós temos atividades de capacitação nos municípios, desenvolvendo atividades não apenas para o Senado, mas para todo o Legislativo brasileiro”. 


Ao se voltar para os municípios, o ILB se atenta às demandas sociais em todas as regiões do país. O Instituto Legislativo já firmou parcerias com entidades de diferentes setores para a produção de conhecimento. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Organização das Nações Unidas (ONU) e o próprio Sindilegis compõem o rol de instituições parceiras do órgão. “O presidente Petrus e eu temos pensado em alguns projetos para a premiação de trabalhos e artigos que se traduzam em ações úteis para a sociedade”, adianta.

Para o diretor-executivo, as parcerias são um meio de propagação de informações essenciais para fomentar senso crítico da população. “O ILB é uma importante ferramenta de disseminação de conhecimento para milhares de brasileiros, dentro e fora do Senado, e motivo de orgulho para a Casa”, explica.

Neste mês, o ILB assinou um acordo técnico-científico de cooperação com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O curso de pós-graduação latu sensu em Democracia, Direito Eleitoral e Poder Legislativo, voltado para os servidores do TSE e do Senado, é um dos frutos desta parceria. O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e ex-Ministro do TSE, Luiz Fux, ministrou uma aula magna na inauguração da pós. 

Helder Rebouças afirma que a gestão do Senador Eunício de Oliveira (MDB/CE) na Presidência do Senado se guiou, desde o início, pelo diálogo com outras instituições: “Esse é um dos eixos da gestão do presidente, que junto à sua Mesa Diretora, sempre demonstrou apoio ao trabalho das nossas equipes”. 

Outra conquista do ILB neste ano foi o recredenciamento dos seus cursos de pós-graduação pelo MEC. O Instituto recebeu um selo de qualidade ao ser avaliado com nota 4, a maior nota obtida entre as escolas de governo da Esplanada, e poderá continuar ministrando por mais cinco anos.



Ver todas as notícias