Ogib Teixeira voltou a afirmar que dados apresentados pelo Governo não correspondem à realidade


Na manhã de quinta-feira (30), o diretor de aposentados e pensionistas do Sindilegis e vice-presidente da Pública – Central do Servidor, Ogib Teixeira, participou de seminário realizado pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), ocorrido na sede da Embrapa.

Na ocasião, Teixeira palestrou sobre o “Sistema Previdenciário e o futuro do trabalhador”. Ele apresentou as propostas, os atos e as ações encabeçados pelo movimento “A Previdência é Nossa! Pelo Direito de Se Aposentar”, que visam a barrar o andamento da PEC 287/16, que dispõe sobre a reforma da Previdência.

“A nossa abordagem procurou trazer um viés político do nosso trabalho no Congresso Nacional, das possibilidades das entidades em participarem da luta contra a reforma. O sindicalizado precisa ser informado disso. No seminário, quisemos nos ater a todo movimento que o sindicalismo tem feito contra a reforma da Previdência, explicando que as informações e os dados que o Governo tem divulgado são completamente tendenciosos”, afirmou Teixeira.

O vice-presidente de política de classe da Anfip, Floriano Martins, fez sua exposição sobre o financiamento da Seguridade Social. Ele criticou o mito do déficit na Previdência Social e apresentou os dados da publicação ‘Análise da seguridade Social 2015’, que desmistificam o discurso falacioso do Governo sobre a previdência pública. “Infelizmente, as pessoas caem nesse senso comum e acreditam que a Seguridade Social não se sustenta, que a Previdência é deficitária”, lamentou.

Após as apresentações, o seminário foi aberto para que os participantes pudessem fazer questionamentos e posicionamentos sobre o tema. Teixeira aproveitou o ensejo para apresentar o portal do movimento “A Previdência é Nossa” (www.aprevidenciaenossa.com.br). “Lá vocês encontram todas as propostas e ações que estamos desenvolvendo, artigos, números com base em estudos e muitas informações que desmentem essa publicidade enganosa do Governo”, apresentou.


Tags: pre



Ver todas as notícias