Sindicato aproveitou o período de Carnaval para chamar a atenção dos parlamentares contra a reforma

“Seu deputado, seu senador, tome cuidado – olha a revolta! Pois se votar na reforma do Temer... Vota, mas não volta!”. Esse é um trecho da Marchinha de Carnaval composta pelo Sindilegis e diversas entidades parceiras contra a reforma da Previdência. Em ritmo de música, o Sindicato alerta os parlamentares para os prejuízos que eles sofrerão caso apoiem a reforma. 

O objetivo da marchinha é aproveitar o momento festivo para trazer à tona a preocupação dos servidores e da sociedade com as inúmeras mudanças propostas pela reforma da Previdência.  De um jeito leve, a marchinha de Carnaval também pede respeito aos aposentados e à valorização do servidor público.

“Nesse momento, em que os olhos dos brasileiros estão voltados para a reforma da Previdência, para também alertar toda sociedade sobre a tramitação da PEC 287”, esclareceu Petrus Elesbão, presidente do Sindilegis. 

A marchinha será entoada em vários blocos no Rio de Janeiro. Um deles será o Fazendários do Amor, que sai na próxima sexta-feira (9). A concentração será em frente ao Ministério da Fazenda do Rio, no Centro. 

Confira aqui a marchinha completa.



Tags: marchinha, carnaval, previdência



Ver todas as notícias