Mostra de fotos no Senado busca exaltar a importância das mulheres negras que trabalham na Casa legislativa. Exposição está aberta até o dia 20 de outubro

Como parte das comemorações da Semana do Servidor, o Senado Federal lançou a campanha #JulhoDasPretas. Até o dia 20 de outubro, quem passar pelo corredor do Anexo I da Casa vai se surpreender com a Exposição “Mulheres Negras”, de iniciativa da Procuradoria da Mulher. Entre as homenageadas está a funcionária do Sindilegis, Eladir Nascimento Simplício, que atua no Senado Federal há quase três décadas. 

Aos 72 anos, essa foi a primeira vez que Eladir participou de um ensaio fotográfico. “Essa homenagem para nós, mulheres e negras, é fundamental. As pessoas dizem que não há preconceito, mas infelizmente ainda existe sim”, afirmou.


Servidores e fotógrafos, por meio de um trabalho voluntário, buscaram explorar locais simbólicos da Casa para fazer os registros das mulheres que trabalham por lá. O objetivo é dar visibilidade às trabalhadoras negras que contribuem para o desempenho da missão institucional do Senado. Jovens aprendizes, estagiárias, terceirizadas, comissionadas, efetivas ou parlamentares: todas são responsáveis por fazer a diferença nos serviços prestados pela Casa.

O coordenador do projeto, João Rios, conta que o grupo, com 16 fotógrafos do Senado e um fotógrafo da Câmara dos Deputados, trabalhou livremente nas sessões, com a única exigência de que as fotos fossem horizontais e em plano geral. “Existe um grupo de mulheres que, muitas vezes, é invisível no dia a dia. Elas foram colocadas em frente às lentes e tiveram sua beleza destacada”, afirma.

A Senadora Regina Souza (PT/PI) destacou a importância de retratar as mulheres negras brasileiras em um país que ainda é bastante racista: “Ainda são poucas as mulheres negras que ocupam cargos aqui no Senado e nos principais órgãos do país. Essa exposição é uma forma de chamar a atenção da sociedade para essa questão”.

A mostra inicialmente digital, lançada no último mês de julho na intranet do Senado em homenagem ao Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra – celebrado em 25 de julho –, é uma iniciativa da Procuradoria da Mulher no Senado, Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, Observatório da Mulher contra a Violência e Comitê pela Promoção da Igualdade de Gênero.


Tags: homenagem, Eladir, fotografia, mulheres, negras



Ver todas as notícias