Diretores do Sindicato alertaram sobre os malefícios da proposta para o serviço público e para o País

Uma grande mobilização foi realizada na manhã desta terça-feira (10), no aeroporto de Brasília, para conscientizar parlamentares a reduzir os danos trazidos pelo texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que, dentre outras coisas, prevê o congelamento dos salários dos servidores públicos e veda reajustes dos auxílios-alimentação, moradia e assistência pré-escolar. 

Dezenas de parlamentares foram abordados pelos diretores do Sindilegis e ouviram o pedido da entidade. Entre as solicitações apresentadas pelos diretores, estava a supressão do artigo 15, inciso III, art. 17, inciso XVII e art. 92A, que, dentre outras coisas, promovem o desmonte da máquina pública, congela o reajuste dos servidores, veda a realização de concurso público e restringe a 10% o custeio da Administração Pública.

Os líderes do governo no Congresso Nacional e no Senado Federal, deputado André Moura (PSC-CE) e o senador Lasier Martins (PSD-RS) ouviram a demanda do Sindilegis. O deputado José Guimarães (PT-CE) também afirmou apoio aos servidores. 

“Vamos fazer uma obstrução dura e severa, pois o texto da proposta é um duro golpe ao país”, lamentou o deputado Guimarães. 

De acordo com a diretora Parlamentar do Sindilegis, Magda Helena, a atuação da entidade também tem o objetivo de evitar o sucateamento de setores imprescindíveis para o Brasil, como a educação e a saúde. 

“Sabemos que o país está em crise, mas o servidor e a sociedade não podem ser penalizados em virtude da má administração dos recursos públicos e da corrupção”, lamentou a diretora do Sindilegis. 

Para Fátima Mosqueira, diretora de benefícios do Sindilegis, a atuação realizada pela entidade nesta terça-feira foi um passo importante no convencimento dos prejuízos trazidos pelo atual texto da LDO. 

“Diversos parlamentares ouviram as nossas reivindicações e se comprometeram a avaliar com as suas bancadas a melhor solução para o texto da LDO. Mas esse trabalho é diuturno e continuaremos atentos para tentar barrar os artigos que prejudicam o país”, destacou.  

Também participaram da mobilização o diretor de aposentados e pensionistas do Sindilegis, Ogib Teixeira, além de diversas outras entidades de servidores públicos, entre elas a Pública – Central do Servidor e Fenajufe, que foram convidadas para endossar a mobilização a convite do Sindilegis inúmeras outras entidades.



Tags: sindileegis, mobilização, aeroporto, ldo



Ver todas as notícias