Centro Cultural da Câmara proporcionou tarde de sarau para 130 crianças de escolas públicas do Paranoá

Quem pode discordar do poder social e educativo que tem a arte? É por meio dela que é possível ser mais solidário e criativo. Pensando nisso, o Sindilegis, em parceria com o Centro Cultural da Câmara dos Deputados, promoveu a realização, na tarde desta segunda-feira (19), do espetáculo “Lia de Manaká e suas Histórias”, interpretado pela performática atriz Eliana Carneiro. 130 crianças da Rede de Ensino Público do Distrito Federal – Escolas do Centro de Ensino Fundamental do Paranoá lotaram todas as poltronas do auditório do Cefor (Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento) para ver as apresentações artísticas.

Os olhinhos curiosos das 130 crianças e a expectativa em ver, algumas pela primeira vez, um espetáculo teatral multicolorido como o da Caravana Os Buriti, deram o tom da tarde. Para a professora de Língua Portuguesa, Maria Dalva da Silva Melo, esse é um projeto mágico, pelo qual nós, professores, devemos ser muito gratos pela oportunidade. “A educação é um norte para qualquer cidadão e investir em atividades como essas é acreditar num futuro melhor para as crianças”, disse.

Para Rafaela da Silva Dias, de 12 anos, aluna do 6º, do CEF 1, do Paranoá, as apresentações geraram grandes expectativas para o futuro. “Quero muito ser uma artista e ao ver esse espetáculo tive certeza do que quero ser”. A estudante Rayane Vitória, de 12 anos, também do CEF 1, do Paranoá, saiu encantada. “Quero ter a oportunidade de ir a outros espetáculos, porque achei tudo muito divertido e legal”, finalizou.

Na avaliação de Wellington Brandão, produtor e responsável pelo projeto no Centro Cultural da Câmara dos Deputados, a parte mais gratificante é poder ouvir depoimentos como o da Rafaela. O produtor explica que o evento dessa segunda-feira integra a série de saraus que vinham sendo realizados ao longo do ano de 2015, com o apoio do Sindilegis, e neste mês de outubro decidiu-se fazer uma experiência convidando, pela primeira vez, crianças de três escolas públicas para participar do projeto.

A atriz Eliana Carneiro ficou surpresa e lisonjeada por inaugurar a iniciativa do Centro Cultural da Câmara voltada para a criançada. “É com a arte que nos comunicamos, interpretamos o mundo e nos unimos. A arte não é um fim, mas um caminho cheio de possibilidades, construções e elaborações que geram autoestima, liberdade e autoconhecimento. Que esses encontros artísticos e educativos gerem a vontade de trilhar novos rumos”, afirmou.

O projeto do Centro Cultural da Casa agradou tanto que, de acordo com Wellington, a ideia é não parar por aqui. “Já temos em mente apresentá-los a diversos outros tipos de arte, como por exemplo, a música, a literatura e as artes plásticas, e certamente são atividades que contribuirão para o desenvolvimento cognitivo das crianças, além de fomentar o senso crítico e estético de todos eles, o que pode gerar grandes apreciadores de artes e novos artistas”, profetizou.

Após a apresentação, os alunos receberam lanche e seguiram para conhecer o Plenário do Senado Federal e para visitar a Exposição Desenho Mágico, com obras de crianças da Escola Classe 1 – Sobradinho, com idades entre 9 e 11 anos.


Tags: SIndilegis; Câmara dos Deputados; Cultura;



Ver todas as notícias