Dezenas de entidades entoaram o coro “Se votar, não vai voltar!” para pressionar parlamentares a sepultarem a PEC 287/16 de vez

O presidente do Sindilegis, Petrus Elesbão, e o vice-presidente Paulo Cezar Alves participaram, nesta quarta-feira (13), de ato público no Salão Verde da Câmara dos Deputados. O Sindicato, juntamente com dezenas de outras entidades que têm lutado contra a aprovação da PEC 287/2016 – que reforma o sistema previdenciário do País – se reuniram no salão de entrada do parlamento para abordar os parlamentares e sensibilizá-los a votarem contra a reforma e a favor do povo brasileiro.


Com gritos de protesto “Não à reforma da Previdência”, eles mostraram também aos meios de comunicação presentes no Salão Verde que a reforma é totalmente descabida no atual momento, tendo em vista que o Governo precisa, antes de mexer na Previdência Social, combater a sonegação fiscal e a corrupção, bem como auditar a dívida ativa do País. É o que explica o presidente do Sindicato, Petrus Elesbão. “Não vamos deixar o Governo e a grande imprensa enganarem o povo brasileiro com propagandas falsas. Vamos lutar para que essa PEC da Morte não passe na Câmara dos Deputados e seja arquivada de uma vez por todas”.

O vice-presidente Paulo Cezar Alves lembrou que a população está atenta a cada movimento dos deputados e alertou: “Quem votar contra o servidor público e contra o povo brasileiro, não vai voltar para o Congresso nas próximas eleições. Não vamos dar nosso voto para aqueles que só pensam em seus próprios interesses”.


Tags: ato, público, manifestação, reforma, da, previdência, pec287



Ver todas as notícias