A associação, que já tem mais de 31 anos de atuação, passará a ser dirigida pelo Policial Legislativo do Senado Wallace França de Melo

A parceria entre o Sindilegis e a Associação dos Policiais do Congresso Nacional (APCN) foi reafirmada, na tarde desta quinta-feira (9), durante a posse da nova diretoria da associação. A cerimônia ocorreu no Plenário 6 da Ala Nilo Coelho no Senado Federal.

A nova diretoria da APCN passa a ser conduzida pelo Policial Legislativo Federal do Senado Wallace França de Melo, que ficará à frente da entidade pelo biênio 2017-2019. Ele também é um dos diretores da União dos Polícias do Brasil (UPB).

Segundo ele, apesar de os desafios, a expectativa é de luta e comunhão dos agentes. “O cenário brasileiro não é positivo, mas tem nos fortalecido e demostrado a nossa força. A APCN é isso: representa, luta pelo respeito e bem-estar do policial, e vamos continuar esse trabalho até onde for”, assegurou o novo presidente.

O presidente eleito do Sindilegis, Petrus Elesbão, ressaltou a atuação constante da APCN no sentido de resguardar os direitos da categoria e desejou sucesso aos novos dirigentes: “Somos parceiros em todas as ações que envolvem a Polícia Legislativa Federal e desejamos aos diretores empossados um bom mandato, com gestão sábia, transparente e ética”, disse Elesbão.

O presidente que está deixando a entidade, José Rocha, destacou as qualificações positivas de Wallace de Melo para ocupar um cargo tão importante para os agentes de Polícia: “Ele é um servidor extremamente capacitado para isso. É um colega nosso com vasta experiência na área policial. Então, ele veio agregar, para que a associação cresça ainda mais”.

O diretor do Sindilegis, Helder Azevedo, parabenizou a APCN pela representatividade aos demais servidores ao longo dos anos. “Queria dizer da satisfação de estar participando desse evento de posse, porque somos uma irmandade e essa união está se consolidando a cada dia”, destacou Azevedo.

História da APCN

O Policial Legislativo Antônio Vandir, que atua junto à APCN desde sua fundação, relembrou os anos de batalha em prol dos servidores que representa. “A APCN não foi criada de forma recreativa; conquistou um patamar de respeito. Estou ligado a essa associação emocionalmente, pois são quase 20 anos lidando com a entidade”, reconheceu Vandir.

A cerimônia de posse foi prestigiada por diversos servidores e entidades representativas de outras categorias de policiais, como União Nacional de Polícias Legislativas (Unipol), a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) e a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef).

Demandas dos policiais legislativos

- ADI 69 no Supremo Tribunal Federal que questiona o poder de investigação e instalação de inquérito por parte da Polícia Legislativa Federal, cujo relator é o Ministro Celso de Mello;

- PEC da Previdência 287/ 2016, no que se refere à exclusão da atividade de risco para todos os policiais;

- Exigência do nível superior para os próximos concursos para o cargo “Técnicos Legislativos”.


Tags: APCN, policia, parceria, posse, Wallace



Ver todas as notícias