Reunião será em um dos plenários da Câmara e deve abordar atuação conjunta para coibir discriminação com os servidores

O Sindilegis e a Pública-Central do Servidor vão realizar uma reunião estratégica com representantes de dezenas de outras entidades, nesta segunda-feira (24), para definir os próximos rumos com relação aos assuntos polêmicos que envolvem os servidores. Entre as entidades estão: confederações, federações, associações e sindicatos, que representam milhares de servidores e trabalhadores da iniciativa privada.

Entre os principais temas que serão debatidos estão reforma da previdência, reforma trabalhista, terceirização e direito de greve. Além disso, o Sindicato também vai discutir sobre a mobilização na Câmara dos Deputados, marcada para o dia 25 de abril e sobre a paralisação geral, que deve ocorrer no dia 28 de abril.

Segundo o diretor do Sindilegis, Eduardo Dodd, a mobilização dos servidores é que irá definir o rumo do país. "O nosso futuro está em nossas mãos. A rejeição dessa PEC depende de quanto estamos dispostos a nos mobilizar. Ninguém fará isso por nós. Nós vamos parar o Brasil dia 28 de abril e dar nosso recado!", destacou.  


Tags: mobilização, reforma da previdência, greve geral



Ver todas as notícias