Similar ao que ocorreu na Câmara dos Deputados, por meio do Pró-Saúde, o Sindilegis solicitou ampliação da idade dos dependentes

O Sindilegis protocolou nesta sexta-feira (9), na Presidência do Senado Federal, ofício solicitando ampliação da faixa etária para dependentes dos servidores ingressarem no Sistema Integrado de Saúde (SIS), do Senado Federal. A ideia é que dependentes de até 33 anos sejam admitidos no SIS, mediante contribuição mensal.

A mesma medida já foi adotada na Câmara dos Deputados, por meio do Ato da Mesa 120, de 1º de dezembro de 2016. O Conselho Gestor do Programa de Assistência à Saúde da Casa - Pró-Saúde entendeu que a alternativa, além de beneficiar os dependentes dos servidores, ainda proporcionaria a oxigenação do plano.

“O que tem sido observado dentro das Casas é que está havendo um envelhecimento da nossa base sem haver renovação. O objetivo do Sindilegis é garantir um equilíbrio e oxigenação do Sistema Integrado de Saúde e, em contrapartida, permitir que os dependentes dos servidores ainda tenham acesso ao nosso Sistema”, elucidou Petrus Elesbão, vice-presidente do Sindilegis para o Senado Federal.

Na Câmara dos Deputados a alteração não gerou nenhum custo adicional para os atuais subsidiários, uma vez que as despesas mensais serão arcadas pelos próprios dependentes. A alteração ainda garantiu que dependentes casados e sem dependência financeira sejam contemplados.

Confira aqui o ofício protocolado.


Ver todas as notícias