WhatsApp Image 2020-07-02 at 11.29.09

Observatório da Mulher: novo portal reúne dados e informações sobre a realidade da mulher no DF

Ferramenta viabiliza insumos para discussões sobre políticas públicas e maior promoção de equidade de gênero

O Observatório da Mulher é um novo portal contendo dados estatísticos e informações atualizadas sobre a realidade das mulheres no Distrito Federal. A ferramenta foi criada pelo Decreto 40476 de março de 2020, e será coordenada pela Secretaria da Mulher (SMDF).

A plataforma foi apresentada em cerimônia, transmitida por meio de uma Live de lançamento no Palácio do Buriti, na última segunda-feira (29). Na ocasião, a Secretária Éricka Filippelli explicou que o objetivo do portal é gerar transparência de dados e viabilizar insumos para a discussão de políticas públicas e ajudar a perceber os direitos que ainda precisam ser conquistados pelas mulheres em todas as esferas.

A diretora de Benefícios do Sindilegis, Fátima Mosqueira, ressalta a importância da iniciativa: “Essa ferramenta já nasce validada em relevância. Os dados ali reunidos nos ajudam a entender melhor a realidade das mulheres, compreender em quais áreas devemos atuar para a preservação de sua integridade e de seus direitos. São informações que vão auxiliar não apenas o governo, mas entidades representativas que também trabalham com foco nesse público”.

O portal também está disponível na versão mobile, onde destaca o atendimento à mulher em situação de violência. Uma opção de “Peça ajuda” fornece orientações da secretaria e direciona os usuários para serviços como o Disque Denúncia da Polícia Civil (197) e a Central de Atendimento à Mulher (180), que contam com equipes especializadas em atender mulheres em situação de risco.

A ferramenta traz informações úteis como gráficos, com dados comparativos relacionados às áreas da saúde, segurança pública, trabalho, educação, assistência social e direitos humanos. Além disso, o portal viabiliza o acesso à estatísticas que mostram a participação feminina nos programas elaborados pela Secretaria para incentivo ao empreendedorismo e à autonomia econômica.

O Observatório da Mulher trouxe novos canais de atendimento, como o WhatsApp, que funciona 24 horas. Acesse www.observatoriodamulher.df.gov.br

Deixe seu comentário