img-26-04-2018-5ae2312650ab7

Sindilegis acompanha movimento que propõe mudanças na política brasileira

O Sindilegis acompanhou, na última terça-feira (24), o 1º Encontro Nacional Pelo Resgate do Parlamento Brasileiro em Defesa do Interesse Social. O evento é organizado pelo Movimento Basta, em parceria com o Fírum Sindical dos Trabalhadores (FST). Os vice-presidentes do Sindicato Paulo Cézar Alves e Paulo Martins estiveram presentes na reunião, que contou com a participação de parlamentares e representantes de entidades sindicais.

Realizado no Hotel Nacional, em Brasília, o encontro propõe estimular uma mudança real na política do país, principalmente no Congresso Nacional, por onde transitam todas as proposituras de maior interesse público. A ideia é estimular o debate sobre pré-candidaturas oriundas de mobilizações sociais. Algumas das bandeiras defendidas pelo movimento são: o combate à corrupção, a reforma do Estado e o comprometimento com as políticas de redução das desigualdades sociais.

 Paulo Cezar Alves destacou a importância do evento. Esse tipo de discussão se justifica pela necessidade dos servidores se unirem em prol de representantes que, de fato, lutem as nossas lutas, explicou.

Artur Bueno de Camargo, coordenador do FST, disse que o evento surgiu da forte necessidade de mudança política na sociedade brasileira. A unificação do movimento sindical e uma maior articulação das ações de resistência foram outras motivações para o surgimento do movimento.  Também é preciso dar um basta aos ataques aos direitos da classe trabalhadora e aos parlamentares e governantes que representam os interesses da elite e do sistema financeiro internacional, avaliou.

Para Paulo Martins, a iniciativa fomenta debates fundamentais para o amadurecimento político do País. Esse tipo de encontro unifica os movimentos sindicais e lideranças com o poder de pautar temas que impactam diretamente na vida do trabalhador brasileiro. Apenas com o acesso à informação somos capazes de romper com a alienação e com este ciclo que rotineiramente elege representantes descompromissados com a coisa pública, concluiu.

Tags: No tags

Deixe seu comentário