img-06-04-2018-5ac7d74ea86b3

Sindilegis participa do lançamento do Ano Nacional de Valorização e Promoção dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa

Foi lançado, na tarde da última terça-feira (4), o Ano Nacional de Valorização e Promoção dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa. A cerimônia de lançamento, realizada no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, contou com uma grande presença de público e despertou a simpatia de diversos parlamentares que prestigiaram o evento. A iniciativa surgiu de um projeto de lei da deputada Leandre Dal Ponte (PV-PR), aprovado pela Comissão do Idoso com apoio do Sindilegis. 

Estiveram presentes o senador Paulo Paim (PT-RS); o deputado Gilberto Nascimento (PSC-SP); o vice-presidente da Câmara dos Deputados, deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG); o deputado Welliton Prado (PROS MG); a deputada Carmem Zanoto (PPS-SC); e a secretária Nacional da Pessoa Idosa, Maria do Socorro Medeiros. As servidoras aposentadas e filiadas ao Sindicato, Julieta e Juraci Feitosa, com 100 e 97 anos, respectivamente, participaram da celebração como convidadas.

O diretor de Aposentados e Pensionistas do Sindilegis, Ogib Teixeira, e a diretora de Observação Política, Acompanhamento de Proposições e Assessoramento Parlamentar, Magda Helena, também marcaram presença no evento. 

O presidente do Sindicato, Petrus Elesbão, afirmou que o bem-estar e a saúde dos idosos é uma das prioridades da entidade, não apenas pelo grande número de servidores aposentados que representa, mas também por ser de vital importância para o País. 

Cuidar dos nossos idosos é nosso dever cidadão e nossa obrigação sindical. Precisamos garantir que os direitos daqueles que pavimentaram os nossos sejam respeitados, direitos esses que serão de todos nís amanhã, defendeu Elesbão. 

Entre as ações previstas para 2018 estão: a criação de um conselho curatorial,  formado por autoridades e representantes da sociedade civil; lançamento da atualização do Estatuto do Idoso; prêmio Zilda Arns para cinco personalidades nacionais que trabalham na defesa dos direitos dos idosos e seminário internacional a respeito da educação para a terceira idade. Em novembro haverá também sessão solene para o Dia Internacional da Pessoa Idosa e a criação da Semana da Pessoa Idosa na Câmara para votar projetos que beneficiem os idosos.

O senador Paulo Paim (PT-RS), autor do Estatuto do Idoso, que em 2018 completa 15 anos, afirmou que não basta fazer a lei, é preciso garantir que ela seja colocada em prática. Ele trouxe ainda dados que apontam para a necessidade do Brasil se preparar para um futuro príximo. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde citados pelo senador, em 2025 haverá mais idosos que crianças no mundoOutra questão levantada pelos deputados presentes são os inúmeros casos de violência, exploração e desrespeito contra os idosos no Brasil. Por unanimidade, todos falaram da importância de resolver isso o mais rápido possível. A maior sala de aula do mundo é aos pés do idoso. Temos que respeitá-los e cuidar deles, afirmou o deputado Gilberto Nascimento, que preside a Comissão do Idoso na Câmara. 

Muitas alunas da Uniser (Universidade do Envelhecer – UnB) também participaram do evento. Maria Socorro de Brito (65 anos), que também integra o projeto, elogiou o passe livre no ônibus de Brasília e afirmou que a lei precisa funcionar, fazer valer!. 

Sindilegis representado

A servidora aposentada e filiada do Sindilegis, Julieta Feitosa, também esteve na cerimonia e foi citada diversas vezes como exemplo. Isso porque ela, com 100 anos de idade, participou do evento com alegria e disposição. Ao discursar, Julieta se disse honrada por ter circulado pelos corredores da Câmara dos Deputados por tanto tempo, e assim ter visto tantas leis serem aprovadas, mudando os rumos do País.

A servidora foi a homenageada especial do Sindilegis durante o evento do Dia do Aposentado, celebrado no dia 31 de janeiro deste ano. Sua irmã, Juraci Feitosa, de 97 anos, é bibliotecária aposentada da Câmara e acompanhou Julieta durante a cerimônia. 

Tags: No tags

Deixe seu comentário