IMG_2170

Sindilegis passa por reestruturação e promete: ‘2019 será surpreendente!’

Diretor administrativo, Alison Souza, afirma que novo modelo de gestão do Sindicato tornará os processos de trabalho mais bem executados e comunicação mais eficaz

Uma palavra resume 2018 para o Sindilegis: transformação! As novidades até então – identidade visual, sede, luta contra a PEC 287/2016 (Reforma da Previdência) – foram apenas um pilar para tornar 2019 um ano de inovação e resultados. O Diretor Administrativo do Sindilegis, Alison Souza, um dos responsáveis pela reestruturação vivenciada pelo Sindicato, afirma, na entrevista abaixo, que 2019 marcará a história do Sindilegis. Confira!

Alison, você assumiu a Diretoria Administrativa do Sindilegis no início de 2018. Quais os desafios que viu desde então?

É sempre muito difícil avaliar uma organização como o Sindilegis. Antes desta gestão iniciar, a pedido do Presidente Petrus, fiz uma espécie de diagnóstico do funcionamento do Sindicato. Apresentei isso a ele e a toda a diretoria. Em resumo, ficou claro para mim desde então que havia e ainda há a necessidade de sermos mais eficientes no que fazemos.

E como conseguir isso?

Em primeiro lugar, sendo mais transparentes na relação com o filiado. Em tudo. Em segundo, aumentar consideravelmente o foco no atendimento às necessidades da categoria. Por fim, reduzir custos operacionais internos e aumentar os recursos utilizados na defesa dos interesses dos nossos filiados e na oferta de benefícios.

Você comentou sobre transparência. Esse ponto sempre aparece nos discursos dos gestores e dirigentes mundo afora, mas nem sempre é praticado. Como fazer para que isso seja uma realidade aqui no Sindilegis?

Para ter transparência é preciso ter vontade política e, sobretudo, uma excelente organização das informações institucionais. Parece que não, mas dá muito trabalho ser transparente. Isso tem que ser construído com cuidado para ser sustentável. Precisamos saber, com muita clareza, onde queremos chegar, ter processos de trabalho bem executados por todos, diretoria e funcionários, e, claro, criar canais de comunicação eficazes com os servidores.

No início desta entrevista você mencionou também o foco no resultado para o filiado. O que quer dizer com isso?

Duas coisas, basicamente: comunicar e realizar melhor o que já fazemos e, principalmente, fazer mais pelo filiado. O Sindilegis tem duas áreas de atuação muito destacadas: defesa do servidor e oferta de benefícios. O Sindilegis deseja ser uma verdadeira rede de proteção e apoio aos servidores. Ele precisa de um advogado, um dentista, um médico? Temos! Quer divulgar um trabalho técnico relevante ou comprar um carro novo? Temos também. Para irmos além desse desejo, o Sindilegis e seus parceiros precisam ter foco total nas necessidades das pessoas.

E como alcançar isso? Que medidas foram adotadas para garantir que esse desejo se torne realidade?

Este ano de 2019 marcará a nossa história. Para começar, mudamos toda a estrutura interna. As diversas gerências que existiam agora foram transformadas em núcleos. Temos 4: defesa do servidor, benefícios, gestão administrativa e presidência. O Núcleo de Defesa do Servidor, por exemplo, ficará responsável por acompanhar todas as proposições de lei ou assuntos de ordem política ou econômica de interesse dos servidores; fazer a defesa jurídica e administrativa e divulgar relevantes trabalhos técnicos realizados pelos servidores para as Casas e/ou sociedade, como forma de valorizar o serviço público. E para cada atividade, foi destacada uma equipe própria e definidos todos os processos de trabalho inerentes.

E quais as ações e eventos previstos para este ano?

Pela primeira vez na história do sindicato temos um planejamento de ações e eventos para todo o ano. Não me orgulho de dizer isso, mas é claro que é algo importante. Com base no planejamento, vamos começar a tratar deste tema já no dia 24 de janeiro com um encontro aqui no Sindilegis com diversos técnicos da esfera pública e privada para discutir os pontos da proposta do governo. O resultado desse debate e de outros que virão, sempre com a participação dos filiados, serão fundamentais para a formação de um juízo técnico e político que orientará toda a nossa atuação.

E sobre a área de benefícios? O que o Sindilegis tem a dizer sobre isso?

Essa área de benefícios é bastante importante para os nossos servidores. O objetivo é possibilitar que os filiados reduzam seus gastos sem reduzir os produtos que consomem ou serviços que utilizam. E este ano teremos uma preocupação especial com os aposentados. Estamos nos unindo às entidades específicas de aposentados das três Casas para oferecer mais atividades a este importante grupo de filiados. Sempre destaco que é graças a eles temos as condições de trabalho atuais. Além disso, são pessoas que guardam a memória das Casas, pois fizeram a sua história. Queremos eles perto de nós.

Mas o que será feito de concreto?

Basicamente atuaremos em três frentes: um programa especial voltado para qualidade de vida, melhoria dos serviços já oferecidos e ao menos seis campanhas especiais de oferta de produtos e vantagens em parceria com o Legis Club.

Que serviços hoje são oferecidos e o que se pretende fazer?

Aqui me refiro a serviços oferecidos para a vida pessoal dos servidores. Para este fim, hoje temos assistência contábil e jurídica e clínica odontológica. Queremos expandir isso. Oferecer novos serviços. Estamos muito preocupados com a área de saúde, em especial. Já estamos estudando esse assunto para, se for necessário, oferecer algo aos nossos filiados. Os custos nesta área estão subindo absurdamente e temos casos de servidores em situação muito difícil por causa disso. Normalmente servidores com familiares ou ele próprio em idade avançada ou portadores de doenças crônicas. Ninguém está livre disso, afinal. Precisamos olhar para isso com muita atenção e já.

Chegamos ao final da entrevista. Algum recado final aos servidores?

Primeiramente quero desejar um ano de muitas realizações profissionais e pessoais para todos. Por fim, dizer que este ano vamos trabalhar especialmente focados em fazer do Sindilegis uma organização capaz de representar cada filiado à altura na defesa de seus direitos e interesses. Além disso, oferecer o máximo de serviços e produtos que o ajudem a viver melhor, sobretudo com mais segurança e saúde. Esta é a nossa obrigação. O Sindilegis é a sua casa!

Tags: No tags

Deixe seu comentário