Congresso Nacional dia

Sindilegis segue monitorando reforma administrativa

Entidade criou grupo de trabalho para analisar propostas do Governo Federal e solicitou audiência com direção da Câmara dos Deputados para participar da discussão

Diante das notícias que circularam nos últimos dias sobre a intenção do Governo de enviar ao Congresso uma proposta de reforma administrativa nas próximas semanas, o Sindilegis informa que está atento e acompanhando de perto, em atuação conjunta com parlamentares, todas as discussões que envolvem a reforma administrativa, seja da Câmara dos Deputados, capitaneada pelo presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia, seja a do serviço público, de prerrogativa do Governo Federal.

O Sindilegis aguarda a apresentação da proposta do Governo para analisar seu conteúdo e oferecer suporte para ajudar a construir um texto que seja justo e que reconheça a importância da prestação de serviço aos cidadãos. “O tema é prioridade para o país e, por isso, é crucial que os servidores sejam ouvidos e participem do debate de forma ativa e protagonista”, declara Petrus Elesbão, presidente da entidade.

Monitoramento

Ciente de que uma eventual reforma administrativa pode envolver outras propostas legislativas, não apenas o projeto principal a ser enviado pela Presidência, o Sindilegis monitora, desde o ano passado, o conjunto de PECs e PLs com maior impacto sobre os servidores e o serviço público.

O Sindicato criou um grupo de trabalho com reuniões semanais para tratar exclusivamente deste assunto, com participação do corpo diretivo e gerencial do Sindilegis, servidores das três Casas e consultores políticos externos.

Na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Rodrigo Maia, marcou para esta quarta-feira (2), reunião com líderes partidários para tratar da proposta de reforma administrativa interna. O Sindilegis fez um pedido para futura audiência com a Direção da Casa para oferecer apoio técnico do grupo criado para estudar o tema.

Café com Política

Desde a 4ª edição do Café com Política, fórum do Sindilegis para debates de interesse da sociedade, o tema está no radar. O evento já recebeu o ex-banqueiro Eduardo Moreira e o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente do Senado, Felipe Salto.

Em agosto, o assunto foi tema do debate com o presidente da Frente Parlamentar Mista da Reforma Administrativa, deputado Tiago Mitraud, com a senadora Kátia Abreu, que integra a comissão, e o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, deputado Israel Batista. Lembrando que este foi o segundo encontro do Sindilegis com o deputado Tiago Mitraud no último mês.

0