img-16-12-2015-56714d6e0eb30

Tribunal de Contas da União empossa novos técnicos e auditores em cerimônia marcante

Um novo capítulo foi aberto, na manhã desta terça-feira (15), para os 78 recém-servidores do Tribunal de Contas da União. Com a presença de autoridades, familiares e colaboradores, os novos auditores e técnicos participaram da cerimônia de posse – a última etapa do curso de formação para, enfim, serem incorporados ao quadro funcional da Instituição – sob clima de muita emoção e orgulho.

A solenidade, realizada no auditório Ministro Pereira Lima, no edifício-sede do TCU em Brasília, foi conduzida pelo presidente do Tribunal, Ministro Aroldo Cedraz; e teve ainda a participação do secretário-geral da Presidência, Eduardo Monteiro de Rezende; do secretário-geral de Controle Externo, Rainério Rodrigues Leite; do secretário-geral de Administração, Carlos Roberto Caixeta; da diretora-geral do Instituto Serzerdello Corrêa (ISC), Flávia Lacerda; do secretário-substituto de Gestão de Pessoas, Cicero Medeiros de Alencar.

Conforme ocorrido em todas as outras etapas, a Diretoria do Sindilegis novamente esteve na cerimônia, representada, na ocasião, pelo vice-presidente do Sindicato para o TCU, Eduardo Dodd: “O Sindilegis é feito pelos seus filiados e precisamos do apoio de todos os novos servidores para trabalhar ainda mais em prol da categoria. Durante todo esse processo, fizemos questão de estar juntos a esse grupo recém-chegado, apoiando o curso de ambientação e patrocinando eventos que visassem à integração de cada um a Corte de Contas. Temos certeza de que a Casa ganhará – e muito – com todos esses novos talentos que estão chegando agora”.

Discursos – O evento foi marcado pelos discursos dos oradores que representaram os técnicos e os auditores federais de controle externo. O presidente do TCU, Ministro Aroldo Cedraz, foi o único da Mesa a discursar e, na oportunidade, aproveitou para dar as boas-vindas aos novos servidores, cumprimentando-os pela posse administrativa ocorrida no último dia 10, na Secretaria de Gestão de Pessoas (Segep).

“Munidos das melhores ferramentas disponíveis pelo Tribunal, bem como dotados de conhecimento e de ética, há, diante de todos os empossados e a partir de agora, a tarefa de desempenhar, com presteza e qualidade, as atribuições dos cargos de auditor e de técnico de controle externo, em uma das instituições de maior credibilidade perante a sociedade brasileira”, reforçou Cedraz. O Ministro também fez questão de reforçar a importância de todas as entidades representativas, dentre elas o Sindilegis, e enalteceu a parceria com cada uma.

Representando os técnicos recém-aprovados, a nova servidora Victória Lorena Simplício proferiu discurso e expôs os desafios enfrentados durante todo o período de estudos. Ao citar Martin Luther King, Lorena afirmou que tem o sonho de “transformar o Brasil em um país mais justo e solidário para se viver”. Para ela, esse deveria ser o principal papel de um servidor público.

Servidor do TCU há sete anos como técnico e lotado na Secretaria de Gestão de Sistemas e de Informação (Seginf), Alberto Leite Câmara falou em nome dos auditores, por agora ter sido aprovado para este cargo. “Tenho muito orgulho em poder fazer parte de uma instituição centenária que tem como ideal a ética e a moral na administração pública”, afirmou. Alberto ainda frisou a importância do Instituto Serzerdello Corrêa (ISC), “responsável por aplicar, na prática, o que foi aprendido na teoria durante a preparação para o concurso”.

Tags: No tags

Deixe seu comentário