“A minha grande missão são pessoas; não são estruturas, nem coisas”, afirma candidato Fadi Faraj em entrevista ao Café com Política

O Café com Política recebeu, nesta quarta-feira (31), o candidato a deputado federal Fadi Faraj pelo União Brasil para ser entrevistado e expor suas propostas aos cidadãos. O encontro, mais uma vez realizado em parceria entre Sindilegis e Sindjus, trouxe a posição de Faraj sobre temas de interesse dos servidores públicos, como recomposição salarial e PEC 32/20, bem como propostas que constam em seu plano de governo.

Recomposição salarial
Ao ser questionado sobre o que pretende mudar no serviço público, caso seja reeleito, Faraj afirmou que ser servidor é uma vocação e que é preciso que haja investimento na categoria, mas que a população precisa receber, em retorno, serviços de cada vez mais qualidade: “Tem que haver valorização tanto da estrutura física de onde o servidor trabalha como a nível pessoal, com salários justos e dignos. Ao mesmo tempo, esse investimento precisa voltar com serviços dignos, onde nós não vemos filas enormes, com pessoas esperando durante meses para um atendimento simples”.

Para o candidato, o Estado, hoje, encontra-se “inchado” e, por isso, não consegue mais oferecer para as pessoas serviços de qualidade e excelência. “Os servidores precisam se tornar verdadeiros agentes para a comunidade, principalmente porque temos uma população com 33 milhões de pessoas famintas. Vocês são o canal por onde as políticas públicas feitas e chegam até à população. Nós temos que começar a humanizar o nosso trabalho”, apontou.

PEC 32/20
Faraj explica que é preciso que servidor público e Estado trabalhem juntos, em um ponto de equilíbrio. “A questão de colocar uma espada sobre o servidor, ele perder o emprego por perseguições políticas, isso não pode acontecer. Minha proposta é que se discuta justamente uma reforma, mas que não arranque direitos conquistados. Não pode haver uma imposição sobre um grupo por uma questão de má gestão do passado, colocando a culpa no servidor. Eu vejo que o Estado tem que ser o amortecedor e o servidor público, o braço do Estado”, finalizou.

Fadi afirmou que, caso eleito, buscará recursos para as áreas de educação, segurança e saúde, além da cultura, e especialmente para eventos cristãos.

Confira a entrevista na íntegra clicando aqui.

Café com Política – O Café com Política é um fórum de debate permanente para discutir assuntos vitais para o conjunto da sociedade brasileira, sejam de cunho político, econômico ou social. Criado pelo Sindilegis em 2019, o Café com Política já trouxe luz a temas como Reforma Administrativa, Reforma Tributária, Direitos da Mulher e Perspectivas Sanitárias para o Futuro do Brasil. O projeto traz agora para discussão o tema das eleições com foco em conhecer as propostas dos candidatos do Distrito Federal ao governo e aos cargos de deputado e senador. Esta edição é realizada em parceira com o Sindjus – que representa servidores do Judiciário e MPU no DF.

Compartilhe

Veja também: