Coopersefe celebra parceria com Sindilegis e lançamento de novo empreendimento

coopersefe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Trinta e dois edifícios prontos, mais de 500 mil m² de obras realizadas, 1.500 unidades entregues e a única cooperativa a construir um Shopping Center. A Cooperativa dos Servidores do Senado Federal (Coopersefe) tem o que comemorar. Há 24 anos realiza o sonho de muitos servidores públicos em adquirir imóveis para morar ou gerar lucros com aluguéis e vendas, tudo isso com o máximo de facilidades e sempre ponderando o beneficio coletivo. É o que afirma o diretor-presidente da Coopersefe, José Afonso: “Nossa missão é construir imóveis residenciais ou comerciais que atendam às necessidades do cooperado: tanto de conforto, quanto de custo. Isso porque trabalhamos com preço de custo, não lucro. A cooperativa existe para atenderaas necessidades sociais do nosso cooperado”.

Afonso afirma que os imóveis adquiridos através da cooperativa tem o custo mais baixo por levarem em consideração apenas os custos e a atualização dos mesmos, sem a cobrança de juros. Ele destaca ainda que esse é um momento propício para adquirir imóveis através de “cooperativas sérias”, uma vez que os juros estão altos para financiamento de empreendimentos por outros meios. “Como a cooperativa não trabalha com juros, mas apenas com o preço de custo, só haverá atualização de valores. Este é o momento de apostar numa cooperativa séria, pois nós vamos aproveitar a situação do mercado para tentar fazer dos nossos imóveis o mais barato possível. E quem aproveitar a oportunidade de investir agora, certamente vai se beneficiar mais pra frente, quando o mercado der um salto de novo”, explica.

A Coopersefe já entregou 3.915 unidades habitacionais desde 1991, quando foi fundada pelo diretor-presidente, José Afonso. Durante todos esses anos, ele se orgulha em dizer que não houve nenhum tipo de transtorno com os imóveis. “Havia um estigma no Senado de que tudo o que o servidor dirigia não ia para frente. Mas com o surgimento da Coopersefe e de outras instituições sérias, passou-se a ter essa confiança em dirigentes qualificados e respeitados, que pensam na coletividade e não em questões de caráter pessoal”, destaca Afonso.

Atendendo desde a classe A até a C, a cooperativa tem empreendimentos em andamento em Águas Claras, Taguatinga, Valparaíso, Santa Maria e Samambaia, dentre outras cidades. O processo para a escolha de localidade leva em consideração o custo x benefício voltado para o público que mais demanda no momento do planejamento. Depois, a busca é por terrenos que tenham um custo mais baixo, o que influencia no preço final da habitação.

O Sindilegis e a Coopersefe são parceiras e Afonso explica que essa sociedade resulta em benefícios, não apenas pela possibilidade de adquirir um imóvel imediato, mas também para os que planejam isso para o futuro. Ele diz que, caso o associado não consiga pagar uma prestação alta no momento, ele pode fazer uma poupança de valor mais baixo e aguardar o melhor momento para escolher a unidade habitacional ou, se preferir, adquirir uma de valor mais baixo e depois trocar por uma de valor mais alto, aproveitando o que já investiu.  Há mais 11 empreendimentos em vista, sendo que eles devem somar de 25% a 30% de economia se comparado ao valor do mercado.

Um dos empreendimentos, ainda em fase de negociação, deve ser localizado ao lado do planejado Alphaville Brasília, o que, segundo Afonso, garantirá uma localização privilegiada e próxima a boas escolas, hospitais e comércio. O empreendimento, segundo Afonso, deve gerar uma valorização de 15% a 30% ao ano.

O diretor-presidente da Coopersefe também destaca a importância de que instituições ligadas aos servidores – não só do Senado, mas também da Câmara e do TCU – têm a função de agregar e apresentar condições melhores para os sócios, associados e cooperados. Isso no sentido de desenvolver trabalhos associativos e coletivos, não apenas no sentido da relação com o usuário, mas também entre as instituições.

Por isso, ele acredita na importância de que os filiados ao Sindilegis aproveitem as oportunidades que uma cooperativa pode proporcionar. “Somos pessoas altamente capacitadas para entender que não estamos aqui trabalhando para nós, nem servindo a egos pessoais, mas trabalhando pela coletividade”, é o que afirma Afonso quando se refere ao Sindicato e à Coopersefe.

Para mais informações sobre a Coopersefe, ligue no (61) 3328-6628 ou acesse o site www.coopersefe.org.br.

Shopping Basket