img-20-06-2018-5b2aa0265b9fc

EcoCâmara comemora 15 anos com o apoio do Sindilegis

Com o apoio do Sindilegis, o Núcleo de Gestão Ambiental da Câmara dos Deputados – o EcoCâmara – comemorou, nesta terça-feira (19), 15 anos. O Núcleo promove princípios de sustentabilidade nas príprias atividades administrativas e operacionais da Casa, além de debater e aprovar leis capazes de alavancar o desenvolvimento sustentável do País. O Sindilegis apoia o departamento desde a sua fundação e contribuiu neste semestre com a aquisição de centenas de canecas que visam à diminuição do uso de copos plásticos na Casa.

De acordo com o vice-presidente do Sindilegis Paulo Cezar Alves, é fundamental que o Sindicato, como entidade representativa, fortaleça ações de sustentabilidade nas casas e siga o mesmo ritmo da mobilização mundial em prol da conscientização ambiental: Vejo constantemente muitos colegas utilizando vários copos plásticos por dia. O EcoCâmara estima que os servidores da casa gastam, em média, de 4 a 5 copos por dia. Isso deve ser repensado e combatido. Por isso apoiamos iniciativas como essa e esperamos que, com a utilização de canecas, esse número diminua.

Para a diretora Fátima Mosqueira, o EcoCâmara vem desenvolvendo, ao longo dos anos, projetos importantes que refletem no dia a dia do servidor e na efetividade do funcionamento da Câmara dos Deputados: A preocupação com o meio ambiente e com a sustentabilidade está cada vez mais forte nas nossas vidas pessoais e achamos fundamental que haja essa reflexão também no nosso trabalho, onde passamos maior parte do tempo. O Sindicato está atento a todas essas questões e pretende diminuir o uso de copos plásticos com a doação das canecas.

Impacto na sociedade

O coordenador do EcoCâmara, Luiz Vicente da Costa Braga, ressalta que o papel do comitê está se expandindo e, nos últimos anos, as ações em prol da sustentabilidade que antes eram focadas apenas entre os servidores da Câmara, estão impactando a sociedade como um todo: Estamos com novos projetos, como o de revitalização da coleta seletiva, que constitui na retirada dos coletores individuais nas salas e na colocação de três coletores por área, com indicação do que as pessoas devem depositar. Isso impacta positivamente na coleta e na reciclagem dos materiais. 

O EcoCâmara, que  trabalha em parceria com diversas unidades administrativas em todo o Brasil, também está com outros projetos voltados para as câmaras municipais e assembleias administrativas: Estamos trabalhando num plano completo de logística sustentável de referência para que essas unidades possam usar e implementar ações de sustentabilidade e incentivar boas práticas entre os servidores, finalizou Luiz Vicente. 

0
Tags: No tags