Prêmio Reconhe-Ser do TCU propicia momento de celebração aos talentos da Casa

img-11-10-2016-57fd0a28ba381
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

As qualidades intelectuais, técnicas e científicas dos trabalhos dos servidores do TCU foram amplamente celebradas, nesta quinta-feira (6), durante a entrega do Prêmio Reconhe-Ser. Com objetivo de recompensar os servidores pelo esforço no cumprimento da missão institucional da Casa, o Tribunal de Contas da União reconheceu-os publicamente pelo desenvolvimento, de forma bem-sucedida, das suas competências.

O auditório Ministro Pereira Lira, no Edifício Sede do TCU, ficou lotado por servidores vindos de diversas regiões do País. Os sentimentos de motivação e valorização tomaram conta do local e os servidores afirmaram que o prêmio fomentou a busca por mais resultados dentro da Administração.

“Esse prêmio é muito importante pelo fato de dar abertura para divulgar novas ideias e também é um reconhecimento pelo empenho dos servidores em fazer algo diferenciado. Eu acredito que isso incentiva uma melhoria crescente das atividades e também incentiva para que os auditores desenvolvam métodos e ferramentas novas para aprimorar o Controle Externo”, pontuou uma das premiadas, a servidora Flávia Rodrigues da Cunha.

Ao todo, 28 trabalhos, individuais e em equipe, foram premiados pelo Tribunal. A certificação foi entregue pelas mãos do Presidente do TCU, Ministro Aroldo Cedraz, que teceu palavras elogiosas aos servidores congratulados pelo Reconhe-Ser.

“Estamos aqui celebrando esse espírito inovador e realizador do nosso corpo técnico, traduzido na entrega desses trabalhos, que fortalecem a cada dia a atuação do Tribunal com impacto direto na vida do cidadão e, acima de tudo, no aperfeiçoamento da Administração Pública”, frisou o Ministro Cedraz.

Talk-Show

Logo após a premiação, os servidores participaram de um bate-papo ímpar com os integrantes do programa Fim de Expediente, da Rádio CBN. Conduzido pelo ator e radialista Dan Stulbach, o Talk-Show ganhou uma vertente descontraída, mas também cedeu espaço para um debate enriquecedor voltado para assuntos do Tribunal.

“Tivemos uma troca de ideias muito boa. As perguntas da plateia foram sensacionais e enriqueceram muito a discussão. Acho interessantíssimo que isso seja feito, não só com a sociedade como um todo, mas internamente. Para mim só reforçou uma imagem bastante positiva que já tinha do que está sendo feito pelo TCU”, declarou Dan Stulbach.

O Sindilegis, em parceria com a Auditar, apoiou a participação dos integrantes do programa Fim de Expediente no evento. A iniciativa das entidades arrancou elogios do Secretário de Gestão de Pessoas, Adriano Amorim. “O apoio demonstra que o Sindicato está alinhado às práticas de valorização e de reconhecimento dos servidores do TCU por suas contribuições para os resultados do Tribunal em benefício da sociedade”, declarou.

O bate-papo também foi elogiado por quem participou. “O talk-show foi importante porque teve uma reflexão acerca do próprio papel do Tribunal. Os debates estavam se voltando para como a sociedade enxerga do Tribunal, como o Tribunal se enxerga no seu papel junto à sociedade. Então foi relaxante, divertido, mas ao mesmo tempo faz com que reflitamos um pouco sobre o nosso papel”, declarou Rafael Encinas, da Secex Paraná.

As equipes e os servidores premiados pelo Programa Reconhe-Ser acumularão pontos de reconhecimento para posterior utilização destes para obtenção de incentivos institucionais.

Crédito da foto: Bruno Spada

Shopping Basket