WhatsApp Image 2021-12-29 at 12.34.48

Recomposição salarial de servidores é tema de debate do Sindilegis com entidades

Na manhã desta quarta-feira (29), o presidente do Sindilegis, Alison Souza, esteve reunido com presidentes de 38 entidades representativas de servidores públicos para discutir a campanha de recomposição salarial dos servidores.

Na reunião, que foi intermediada pelo Fórum Nacional das Carreiras de Estado (Fonacate), os dirigentes definiram alguns encaminhamentos para buscar a recomposição da categoria. Entre elas, está a construção de um documento público, assinado pelas entidades do Fonacate e Sindjus, que abordará a defasagem salarial e os principais argumentos para a defesa de reajustes para todo o funcionalismo público.

Os dirigentes também definiram que no dia 18 de janeiro será realizada uma mobilização em defesa do reajuste salarial. A ideia é que nas próximas semanas, cada entidade fique responsável por mobilizar suas bases, por meio de convocação de Assembleia Geral e demais ferramentas que estiveram ao seu alcance. O mesmo acontecerá nos dias 25 e 26 de janeiro.

Por fim, em fevereiro, será realizada nova reunião com as entidades para analisar as reais chances de uma greve nacional.

“Não estamos falando aqui de aumento, e sim de uma recomposição básica para que nossas remunerações pelo menos acompanhem a inflação e o aumento que todos os outros setores tiveram. Estamos há quatro anos recebendo a mesma remuneração, enquanto vemos o Governo aprovando Orçamento onde se enquadram apenas algumas categorias. Isso é um verdadeiro descaso com os servidores”, pontuou Alison Souza.