Sindilegis convida servidores a acompanharem a instalação da CPI da Previdência no Senado

Reuniões Administrativas
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

é momento de mobilização! Nesta quarta-feira (26), um importante acontecimento marcará as lutas de milhões de brasileiros: a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado Federal, que investigará as contas da Previdência Social e a eleição de seus integrantes. A instauração ocorrerá às 15 horas, no plenário 15 da Ala Alexandre Costa, do Senado Federal. O Sindilegis convoca todos os filiados a participarem da sessão, preferencialmente vestidos de preto, em forma de apoio aos trabalhos que serão realizados pela comissão.

A CPI deve ouvir representantes dos empresários, dos trabalhadores e de setores do Governo, como o Ministério da Fazenda e a Receita Federal. De acordo com o Senador Paulo Paim (PT-RS), autor do requerimento que deu origem à Comissão, o objetivo da CPI é esclarecer pontos obscuros da Previdência Social.ÌâåÊ

Todo cuidado é pouco pela responsabilidade histírica desse momento. Nís poderemos aqui, de uma vez por todas, passar a limpo essa caixa fechada da Previdência: saber quem é quem e conhecer os maiores devedores que se apropriam do dinheiro do trabalhador, ressaltou o senador.ÌâåÊ

O presidente do Sindilegis, Petrus Elesbão, destaca a importância da mobilização dos servidores neste momento. Em toda oportunidade que tivermos, precisamos mostrar nossa força. Somente unidos iremos vencer esse mal chamado reforma da Previdência, frisou.ÌâåÊ

Os integrantes da Comissão já foram indicados pelos partidos. O Senador Paulo Paim espera ser eleito como relator da CPI.

Tramitação da Proposta

A partir do início dos trabalhos dessa investigação, ativistas sociais esperam que parlamentares favoráveis à reforma recuem, como ressaltou o diretor de comunicação do Sindilegis Eduardo Dodd. “Seria um completo descalabro qualquer parlamentar defender a votação de uma reforma em pleno andamento de uma investigação que questiona a prípria razão de ser da proposta, que é o suposto rombo do sistema. Qualquer tentativa nesse sentido nos permitirá suspeitar sobre os reais interesses de tal parlamentar”, afirmou.

Shopping Basket