Sindilegis discute formação de União Internacional

DSC_0016
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

A importância dos servidores do Legislativo para a estrutura do Estado é algo inquestionável. Com características particulares de atuação, esses agentes públicos desempenham um papel fundamental para o desenvolvimento do país. Pensando em fortalecer e garantir mais prerrogativas para esses servidores, a Diretoria do Sindilegis e os representantes da Asociación Del Personal Legislativo da Argentina se reuniram para discutir a criação da União Latino-americana de Trabalhadores dos Parlamentos – órgão que será vinculado a Internacional de Serviço Público (ISP). 

O presidente do Sindilegis, Nilton Paixão, o vice-presidente executivo para o Senado, Petrus Elesbão, o vice-presidente executivo para a Câmara dos Deputados, Paulo Cézar Alvez, e o diretor de aposentados e pensionistas, Ogib Teixeira, receberam os representantes da Asociación Del Personal Legislativo.  A secretária de Relações Institucionais, Maria Carolina Pereyra Rozas e o delegado da entidade, Juan Carlos Kozow, pretendem conhecer melhor as experiências do Legislativo brasileiro a fim de criar o organismo.

“O objetivo de nossa vinda ao Brasil é poder nos reunir com o Legislativo do país, como primeiro passo para poder criar essa Confederação Americana para Trabalhadores do Legislativo. Para nós da Argentina, é muito importante poder contar com o acompanhamento e a interação dos irmãos do Brasil. Consideramos que somos dois pilares fundamentais da América Latina e temos que estar unidos para poder levar adiante projetos”, declarou Maria Carolina Rozas.

A ideia de criação de um organismo internacional que agregue todos os trabalhadores do Poder Legislativo dos países latino-americanos foi muito bem recebida pelos sindicalistas. Paulo Cezar Alves propôs marcar uma reunião para criar um colegiado com a finalidade de dar andamento ao projeto.

“A experiência deles com relações internacionais é muito proveitosa aqui para o Sindilegis. Percebemos que não devemos estar focados apenas em problemas locais, mas também podemos evoluir e discutir estratégias sindicais em âmbito internacional. Com certeza será mais um mecanismo para resguardar os direitos dos servidores”, declarou o vice-presidente do Sindilegis para a Câmara.

Para o presidente do Sindilegis, essa é uma oportunidade para se discutir internacionalmente problemas vivenciados pelos servidores do Legislativo nacional. “O Sindicato às vezes não tem a quem recorrer quando vivencia problemas ligados à categoria e a criação desse organismo internacional será mais um apoio para resguardar os servidores”, afirmou.

Petrus Elesbão também avaliou como positivo o encontro e assegurou que todos têm a ganhar com a criação da União Latino-americana de Trabalhadores dos Parlamentos. “A aproximação com organismos internacionais que têm a mesma finalidade é muito importante. Quando mais conseguirmos congregar o mesmo pensamento e os mesmos ideais, melhor será para os funcionários e para sociedade como um todo. O Sindilegis só tem a ganhar, principalmente os servidores”, afirmou Elesbão.

O diretor de Aposentados e Pensionistas concordou que é um passo que precisa ser dado e disse que será importante contar com o apoio da Confederação dos Servidores do Poder Legislativo e Tribunais de Contas do Brasil – Confelegis em todo esse processo.

ISP

Também estiveram presentes o auditor de controle externo Henrique Ziller e o secretário geral da Internacional de Serviços Públicos para as Américas, Jocélio Drummond. Jocélio explicou sobre o funcionamento da ISP, que tem duas áreas de atuação: uma que articula a participação das entidades filiadas nos Fóruns/Organismos internacionais e a outra de solidariedade aos países com problemas nas áreas trabalhistas e sindicais (quando um governo persegue os trabalhadores e entidades sindicais).

Para Henrique Ziller, a troca de experiência com os trabalhadores de controle externo da Argentina foi muito enriquecedora. O auditor também falou um pouco sobre sua vivência com a criação e o crescimento da Unión Latinoamericana de Trabajadores de Organismos de Control – UIPOC, que recebeu representantes do Sindilegis entre os dias 23 a 26 de abril na celebração dos seus 10 anos.

Shopping Basket