Vital do Rêgo toma posse com o compromisso de trabalhar para solucionar os gargalos do Brasil

vital_do_rego
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O ex-senador paraibano Vital do Rêgo foi empossado, nesta quarta-feira (4), como novo ministro do Tribunal de Contas da União. Vital do Rêgo assume a vaga decorrente da aposentadoria do ministro José Jorge e, junto com o cargo, também se incumbe de importantes projetos dentro da Casa.

Em seu discurso, o ministro empossado ressaltou a importância do TCU como um órgão propulsor de melhorias, boas ideias e práticas modernas. Segundo ele, a Casa tem evoluído muito e avançado no modelo de fiscalização do país.

“O TCU não se limita a apontar problemas, mas indica as soluções. Fiscaliza sim, mas com o objetivo de colaborar, de avançar e de dar a visão do desenvolvimento nacional ao país”, enalteceu Vital do Rêgo.

Apesar dos avanços na fiscalização, o ex-senador alertou que há um longo caminho a ser percorrido para soluções dos problemas do Brasil. Sobre isso, Rêgo prometeu atuar no enfretamento das ‘teias’ da corrupção, da racionalização dos gastos públicos e outras mazelas que atingem o país.

“Buscarei sempre a convergência, mas sem temor de divergir quando for necessário para, deste modo, prevalecer a justiça, o desenvolvimento do Brasil e o bem estar do cidadão”, declarou.

Vital do Rêgo também se comprometeu a contribuir com a construção de um país mais justo, fraterno e humano e, para isso, afirmou que contará com o auxílio dos servidores do TCU. “Sei que com o apoio do extraordinário e qualificado do corpo técnico funcional do TCU terei condições de cumprir o meu papel e corresponder à confiança em mim depositada”, assegurou.

Homenagens

O presidente do TCU, Aroldo Cedraz, assegurou que a atuação do ministro Vital do Rêgo muito irá contribuir para o aperfeiçoamento do Controle Externo. “Tenho a certeza que a sua sensibilidade com as questões importantes para a sociedade brasileira terá e já tem grande eco nesta Casa, na qual é capaz de exercer a missão constitucional de controlar os gastos da União e procura contribuir com o aperfeiçoamento da gestão pública”, reconheceu.

O ministro Raimundo Carneiro teceu elogios a Vital do Rêgo e ressaltou a sua importante atuação no Congresso Nacional. Carreiro lembrou que, no Senado, Rêgo foi relator de matérias complexas, como a reforma do novo Código Penal e novo Código de Processo Civil, além de diversas CPIs, cumprindo um papel essencial na Casa Legislativa.

“Em quatro anos de mandato, o senador Vital exerceu nada menos que 37 encargos como titular em Comissão Parlamentar, uma das quais a presidência da famosa que se tornou conhecida como ‘CPI do Cachoeira’”, detalhou.

“Muito podemos aproveitar da sua multifacetada experiência de médico e de advogado e também a do político, que soube galgar, a despeito de sua pouca idade, todos os degraus da carreira legislativa”, acrescentou Carreiro.

O procurador-geral do Ministério Público junto ao TCU, Paulo Soares Bugarin, também falou sobre a importância do papel que será desenvolvido pelo novo ministro e ressaltou a cobrança da sociedade por uma atuação mais eficiente e legítima. “Revela-se incontestável, neste sentido, a importância do Controle Externo”, apontou.

Participaram da cerimônia de posse, além de diversos senadores, deputados e ministros do Executivo e do Judiciário, o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, e o ex-presidente José Sarney.

Shopping Basket