unnamed (3)

Pesquisa mostra opinião de participantes dos reencontros do Senado

Secretaria de Gestão de Pessoas (SEGP) pelo trabalho realizado, nos últimos anos, com os servidores aposentados da Casa. Segundo ela, eles são “uma parte indissolúvel da organização e trabalhar com eles e para eles é também uma das funções da Diretoria-Geral”.

— É um trabalho que cada vez mais se aprimora e que traz o servidor aposentado para a família do Senado. Família, aliás, da qual ele nunca saiu. Se ele está um pouco afastado porque não tem mais o trabalho diário na Casa, ele estará novamente próximo por poder encontrar os serviços do Senado e seus colegas de trabalho nessas oportunidades de recadastramento — afirmou Ilana.

Melhores resultados

Para o diretor da SEGP, Gustavo Ponce, a pesquisa teve o objetivo de “ouvir o cliente” do programa. Assim, segundo ele, a partir dos resultados coletados, é possível garantir melhores resultados ao público-alvo.

— Colhemos informações muito boas de quem participa. Estamos felizes porque mesmo a pesquisa sendo feita em janeiro tivemos um retorno muito bom. Tivemos um percentual de participação acima da média e isso mostra que as pessoas estão aprovando o programa. Com isso, estamos habilitados para continuar [oferecendo o programa] — disse.

De acordo com Paulo Meira, assessor técnico da SEGP, a participação no levantamento alcançou o índice de 16% entre o público-alvo, quantitativo bem acima do que a literatura de pesquisa indica como taxa de retorno para pesquisas on-line, de 3 a 5%.

— Isso desconstrói a crença de que nossos servidores aposentados não têm intimidade com tecnologia. Em menos de 1 hora [do envio da pesquisa], já havíamos recebido 50 participações. Como nem todos os pensionistas, que também são público-alvo do evento, possuem e-mail cadastrado, a pesquisa eletrônica foi inicialmente focada nos servidores aposentados — afirmou.

Tags: No tags

One Response

Deixe seu comentário