Ministro Aroldo Cedraz toma posse na presidência do TCU

posse_aroldo_site
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O ministro Aroldo Cedraz tomou posse nesta quarta-feira (10) na presidência do Tribunal de Contas da União (TCU) para o ano de 2015. Ele vai substituir o ministro Augusto Nardes, que ocupa o cargo desde 2013. O vice-presidente será o ministro Raimundo Carreiro. 

A solenidade contou com a presença de diversas autoridades, entre elas a presidente Dilma Rousseff; os presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e do Senado Federal, Renan Calheiros; os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), José Dias Toffoli. Também estavam presentes os governadores da Bahia, Jaques Wagner, e do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. O governador eleito do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), também compareceu.

Ao discursar durante a posse, o novo presidente do TCU fez um agradecimento pessoal a várias autoridades presentes e, ao se referir à presidente da República, disse estar seguro de que ela irá recuperar a confiança da sociedade e do mercado.

“Estou convicto da sua seriedade e comprometimento com os mais altos valores éticos, atributos reconhecidos e elementos necessários para resgatar a confiança da sociedade e do mercado. De nossa parte continuaremos a realizar avaliações, auditorias, e a propor providências respeitando os limites constitucionalmente estabelecidos”, discursou o ministro.

Aroldo Cedraz complementou seu discurso ao citar o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto sobre a importância do Estado na prestação de serviços eficientes para o cidadão. “O problema brasileiro não é de falta de recursos. É necessário aperfeiçoar as gestões em todos os níveis de poder”, reiterou.

O ministro lembrou a seriedade e o comprometimento do TCU para o resgate da confiança da sociedade e do mercado no país. Segundo ele, o TCU continuará fazendo julgamentos técnicos com objetivo de contribuir para o aperfeiçoamento da Administração Pública. “Nosso papel vai além da defesa do erário. Somos indultores do desenvolvimento econômico e garantidores dos direitos fundamentais”, observou.

Ao discursar durante a solenidade, o ministro Bruno Dantas afirmou que o novo presidente do TCU “é um julgador atento, correto, bem preparado e esforçado”. “Agrega ao profundo conhecimento jurídico a grande intimidade com o regimento interno”, disse.

O ministro alertou ainda que, além da honestidade, os agentes públicos devem mostrar eficiência e capacidade de dar à sociedade uma administração eficiente. “Em 2015, no início de um novo mandato executivo e nova Legislatura, o conjunto do povo brasileiro estará atento, avaliando e julgando o Estado. Tenho certeza de que mais do que nunca os poderes saberão entender o que está no espírito do povo”, concluiu.

Nascido em Valente, na Bahia, Cedraz é doutor em medicina veterinária e professor universitário. Ele foi deputado federal entre 1991 e 2007, época em que foi indicado pela Câmara para ocupar vaga de ministro do TCU, substituindo o ex-ministro Adylson Motta.

Shopping Basket