Sindilegis e Auditar levam demandas do concurso de remoção à Segecex

DSC_0005
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Na terça-feira, 29, o vice-presidente do Sindilegis para o TCU, Eduardo Dodd e o próximo presidente da Auditar, Paulo Martins, voltaram a conversar com a Administração do Tribunal sobre o concurso de remoção. Dessa vez, com representantes da Segecex.

Esse assunto já havia sido discutido com o Secretário de Gestão de Pessoas, Adriano Amorim, que demonstrou preocupação genuína em atender aos servidores. Clique aqui para relembrar.
 
O secretário-geral adjunto de Controle Externo, Felício Torres, e o coordenador-geral de Controle Externo da Codesenvolvimento, Luiz Akutsu, receberam os dirigentes das entidades de classe para tratar novamente sobre o concurso, com atenção especial à Secex-AC, que apresenta o maior número de servidores interessados na remoção.

Felício Torres afirmou que a Segecex vai agir em prol do controle externo, mas que a Secretaria também está preocupada em atender as pessoas que ali trabalham para ter maior potencial de execução.

“Além disso, estão sendo criadas alternativas para mudanças tanto no concurso de remoção quanto no concurso público”, reforçou.

Luiz Akutsu irá fazer visita, juntamente com o Secretário de Gestão de Pessoas, Adriano Amorim, à Secretaria do Acre, uma forma de atuação da Administração da Casa não só para cuidar desse tema, mas também para realizar ações de controle e planejamento, sempre pensando no servidor. A ideia é que a todas as Secretarias da Região Norte recebam essa visita do coordenador-geral da Codesenvolvimento até o fim do primeiro semestre.

Para Paulo Martins, esse contato da Administração com o servidor permite que os colegas dos outros estados se sintam mais incluídos e valorizados. Além disso, externou a preocupação da nova diretoria da Auditar em se aproximar mais das secretarias regionais, realizando visitas periódicas.

Eduardo Dodd voltou a abordar a necessidade de mudanças no processo do concurso de remoção, com critérios mais objetivos na segunda etapa, a da entrevista. A Segecex também acredita que seja importante analisar essa questão e se comprometeu a estudar o tema de modo a aprimorar o processo nesse sentido.

Shopping Basket