Aposentadoria do servidor José Farias gera comoção em despedida da Gráfica do Senado

img-11-08-2016-57acd05b8a7e4
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Foi ao som de vozes embargadas e muitas histórias que aconteceu, nesta quinta-feira (11), a despedida ao servidor do Senado Federal, José Farias Maranhão. Diretor industrial da Gráfica do Senado, ele está na Casa desde 1964.

A Diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, participou da homenagem e por diversas vezes sublinhou a importância do servidor, conhecido como Farias. Ela conta que todas as turmas que chegavam ao Senado iam o conhecendo e, rapidamente, ele se tornava uma referência dentro da Casa. “Certamente haverá a saudade da pessoa, da presença dele. Mas ele conseguiu construir um trabalho sólido e de importância dentro do Senado que ficará para sempre”, disse emocionada.

Durante a cerimônia, muitas pessoas choravam ao ouvir as declarações. Houve quem usasse do papel, ferramenta constante na vida dos trabalhadores da gráfica, para render homenagens. Dois deles leram, em forma de poesia, sobre os aprendizados e feitos de Farias ao longo da convivência. Ao final, os colegas entregaram uma placa de homenagem para que o diretor possa levá-la e recordar-se desse momento.

“O Sindilegis não poderia deixar de reconhecer a importância do José Farias. Um profissional que não precisa de apresentações, pois é conhecido por todos dentro do Senado pelo comprometimento que tem e o aperfeiçoamento que entregou em todos esses anos. A ele, todos nós devemos essa gratidão e homenagem”, afirmou o vice-presidente do Sindilegis para o Senado, Petrus Elesbão, que fez questão de engrandecer o caminho trilhado pelo colega.

Outro presente também foi elaborado para eternizar o serviço prestado por Farias na Gráfica, que ao ser perguntando desde quando está na Casa, não titubeia ao dizer a data exata: 1º de outubro de 1964.

Uma placa, que ficará no salão de máquinas, retrata a gratidão dos companheiros pela caminhada, com os dizeres: “Todos os que trabalharam e trabalham na Gráfica do Senado reconhecem que o Serviço de Acabamento, Manual e Mecanizado foi idealizado pelo grande comandante José Farias Maranhão, que dedicou sua vida profissional ao Senado Federal e, em especial, à Gráfica. Seu mundo é o acabamento, onde produziu obras de arte gráfica e formou várias equipes profissionais. Ao se aposentar, seu nome ficará gravado na história da Segraf”. 

Durante um silêncio sepulcral, Farias agradeceu aos colegas, citou a história e crescimento que teve no Senado e falou sobre a emoção que sentia ao receber a homenagem. “Foi uma vida altamente qualificada, onde convivi com profissionais que dignificam o Senado. Foram 51 anos dedicados ao Senado com muito orgulho. Ver que pessoas que se aposentaram, viram aqui hoje se juntar aos que ainda estão trabalhando me deixa muito emocionado”, desabafou.

“Trabalho na Gráfica há 42 anos. Confesso que, nesse momento todo, nunca senti tanta emoção como hoje. Esse é o reconhecimento que nós, servidores da Gráfica, estamos prestando a um grande profissional do Senado Federal”, afirmou o Diretor da Secretaria Especial de Editorações e Publicações, Florian Madruga.

O diretor também fez questão de destacar a colaboração do Sindicato na rotina e ações do setor: “Aproveito para agradecer ao Sindilegis, em nome da pessoa do Petrus, que tem apoiado e ajudado muito a Gráfica, inclusive nas ações sociais que realizamos, garantindo a cooperação social do Sindicato”, completou Madruga.

O agora aposentado do Senado, José Farias, faz aniversário nesta sexta-feira (12), o que também lhe rendeu bolo e velas. Ao falar sobre o futuro, ele diz querer continuar praticando o tiro esportivo, do qual já foi campeão em diversas competições.

Shopping Basket